Domingo, 23 de Março de 2008

PEQUENOS HERÓIS

 

 

Hoje,o mundo cristão ocidental comemora as festividade da Páscoa. Embora seja uma festa móvel, a Páscoa está sempre próxima à  entrada da primaverna, no hemisfério norte. Os cristãos comemoram na Páscoa, a ressureição de Jesus, a redenção de seus pecados e com isso, a abertura das portas do paraíso que estavam fechadas desde que Adão e Eva cometeram o pecado original. Na Síria do império romano, os adoradores do deus Dionísio comemoravam a sua morte, seguida do renascimento, simbolizando a passagem do recolhimento do inverno para a exuberância da primavera. Para os judeus, a comemoração da Páscoa é feita para relembrar a libertação do cativeiro do Egito e a entrada na terra prometida.

 

  Assim é a Páscoa - uma festa que simboliza a passagem de um estado de incertezas e ansiedades para um estado de alegrias e esperanças. O simbolismo da Páscoa também é claro em relação ao modo como se alcança esse estado de alegrias e esperanças. É necessário que haja um sacrifício, uma purificação para que ocorra o renascimento e com ele as esperanças. Para os cristãos, o sacrifício está simbolizado na paixão e morte de Jesus, para os judes, nas muitas dores do cativeiro na terra dos faraós. Sem essa crise, sem essa purgação não é possível  alcançar a mudança e completar a passagem . Jesus, Moisés estão ligados à figura daquele que, por seu sacrifício contribuiu para o bem estar de muitos - uma figura heróica. E é aqui que nós, simples e desconhecidos mortais, entramos em cheio na cena. Sendo a Páscoa o que é - uma celebração da passagem para um estado melhor, mais purificado, símbolo do triunfo sobre uma crise, ela traz ao palco todas as nossas pequenas e inúmeras vitórias ao longo de nossa existência. E claro, faz recordar todo o esforço empreendido, todas as batalhas vencidas, todas dores sofridas e resgatadas pelos inúmeros moisés, jesus e dionísios que formam nosso exército interior.

 

  Que nessa Páscoa cada um de nós, após o bacalhau da mama e o chocolate dos ovos, reservemos uns minutos para ter uma conversa séria com cada desses integrantes - nossos pequenos heróis. Que cada um deles esteja conosco não somente nesse ano, como em todos os próximos, dando-nos força, incentivo e coragem, pois, minha gente, o osso tá duro de roer.

sinto-me: de cabelo em pé
publicado por cacá às 17:35
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

TESOUROS PERDIDOS

I WON'T CRY FOR YOU, ARGE...

VOLTEI PRO MORRO

SE...

SOSSEGADO E CRUCIFICADO

AO SUL DO EQUADOR

HABEMUS DILMA

FILHO DE PEIXE, NEM SEMPR...

arquivos

Maio 2015

Julho 2014

Abril 2014

Junho 2011

Março 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

blogaqui?

já visitaram esse blog

subscrever feeds