Quinta-feira, 19 de Março de 2009

QUARTA, À NOITE


        Realmente, não pegou nada bem a excomunhão da equipe médica que interrompeu a gravidez de uma menina de nove anos, gravidez essa fruto dos abusos sexuais a fora submetida pelo padrasto, um sem-caráter de vinte e três anos. E, como se não bastasse, a excomunhão foi estendida à mãe da garota.

        Aqui, em terras brasilianas, o aborto é permitido quando a gravidez resultar de um estupro ou quando a vida da mãe estiver em jogo. O caso da menina se encaixava nas duas situações. Contudo, a Igreja Católica não quis nem saber - tascou a excomunhão em todos. Dias depois, não sei se por vergonha da reação nacional e internacional, voltou atrás. Uma outra autoridade eclesiástica declarou que a excomunhão não ocorrera. Assim, ficava o dito pelo não dito, e os quase-excomungados poderiam dormir em paz, pois ainda pertenciam ao rebanho de Jesus Cristo. Se bem, algumas das reações deles, demonstrou claramente o pouco prestígio que a Igreja Católica tem entre seus fiéis. Um dêles declarou que era uma honra ter sido excomungado naquelas circunstâncias, outro afirmou que, apesar da excomunhão, ainda continuaria frequentando a igreja, ou seja, ainda sentia-se como parte dela. Houvesse o acontecido acontecido lá pelos anos 1960 ou 1970, outra seria a reação dos envolvidos.

        Com a assunção de João Paulo II ao Vaticano, a Igreja deu uma guinada violenta. Distanciou-se de seus fieis e de seus problemas de ordem material e espiritual. A todos suas queixas, oferece tão somente a terapia do reino dos céus. O resultado não poderia ser outro - a debandada para outras seitas e religiões, entre elas os evangélicos, e o desaparecimento das vocações. E a situação tende a piorar a julgar-se pelas posições de Bento XVI. Que saudades dos velhos tempos das comunidades eclesiais de base, da igreja participante, da igreja solidária.  

        Quero deixar claro que não sou a favor do aborto, mas sim da gravidez responsável. Esse conceito é o resultado de uma série de medidas que vão desde a melhoria na qualidade da educação formal, na orientação sexual para adolescentes e adultos, no combate aos preconceitos machistas e na quebra da hipocrisia da sociedade quando o assunto diz respeito à atividade sexual. Creio que mulheres e homens bem informados, conscientes de suas responsabilidades tem bem menos chances de se envolver em situações que resultem numa gravidez indesejável. Contudo, se a alternativa para o a aborto for o nascimento de um filho indesejado, não tenho dúvida, fico com a primeira alternativa.  E tem mais, se a interrupção da gravidez tiver que acontecer, que aconteça o mais rápido possível.

        Para terminar - dizem que ao ser inquirida sobre se a excomunhão seria estendida ao padrasto da menina, a autoridade excomungante afirmou que o crime que aquele senhor cometera não era passível de excomunhão. É bem provável que essa autoridade estivesse dizendo a verdade, contudo, é o caso de se dizer: "estupradores, sintam-se em casa!!!"

sinto-me: tô com diabo no corpo
publicado por cacá às 03:04
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

TESOUROS PERDIDOS

I WON'T CRY FOR YOU, ARGE...

VOLTEI PRO MORRO

SE...

SOSSEGADO E CRUCIFICADO

AO SUL DO EQUADOR

HABEMUS DILMA

FILHO DE PEIXE, NEM SEMPR...

arquivos

Maio 2015

Julho 2014

Abril 2014

Junho 2011

Março 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

blogaqui?

já visitaram esse blog

subscrever feeds