Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

E AGORA, PITANGUI?

Como a maioria dos mortais já sabe, o Brasil é um dos campeões em cirurgias plásticas. Parece que perde somente para os Estados Unidos. O artigo que li a respeito não fazia distinção entre cirurgias plásticas de reparação e aquelas realizadas por necessidade estética, por vaidade, diga-se logo de uma vez. No entanto, como estamos cansados de saber, em nome da eterna juventude, beleza e formosura, os humanos deste século, dos passados e dos vindouros cometem ou cometerão todo o tipo desatino. Haja a vista que humanos dos dois sexos, depois de esticarem e puxarem sua camada de epiderme inúmeras vezes, ficam com a boca parecida com boca de peixe de áquario. Isso, sem mencionar, aqueles e aquelas que ao sorrir lembram éguas que, no interior deste país, puxavam e puxam charretes. Você, caríssimo leitor, pode ter uma remota idéia do que isso significa olhando para a ilustração deste post.

 

Bem, isso me veio à cachola apenas como introdução à notícia de que a senhora Ângela Bismarck é a campeã de cirurgias plásticas no Brasil. Na notícia em questão, dona Ângela aparece com o corpo enxutérrimo, exibindo sua venusiana plástica numa das praias badaladas do Rio de Janeiro. A propósito, dizem os mais críticos que a capital da República dos Camarões deveria ser o Rio de Janeiro. Não entendeu? Bem, então a tia explica - como se sabe o camarão é um bicho marinho do qual o corpo se aproveita, mas a cabeça ... essa não tem jeito!

 

Voltando à dona Ângela , fico pensando que parte de seu corpo ainda permanece intocada - seria a palma da mão, a planta do pé, a menina dos olhos ou ...? Aos adeptos deste puxa-e-estica  é sempre bom lembrar que nosso tecido epitelial é um contínuo. Assim sendo, as mudanças promovidas num determinado ponto, afetam os pontos  que lhe são adjacentes. Não entendeu? Bem, digamos que quando você estica demais uma parte, tudo o que está abaixo dela, costuma subir um pouco. A ficha ainda não caiu? Sendo assim, só me resta recordar aquela estória, que percorre este país há décadas e que se refere a uma respeitável  e vetusta senhora, de mui distinta e opulenta classe social. As crônicas da época destacavam que, após realizar inúmeras plásticas, começou a ocorrer um fato muito estranho e pitoresco - toda vez que essa distinta dama sorria, seu queixo era ornamentado por um inexplicável  e esquisito cavanhaque. Era o caso de se perguntar: e agora Pitangui? .

 

 

sinto-me:
publicado por cacá às 02:39
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Edmundo a 28 de Janeiro de 2010 às 10:52
gostei do Rj como a Republica dos Camarões ... hahahaha

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

TESOUROS PERDIDOS

I WON'T CRY FOR YOU, ARGE...

VOLTEI PRO MORRO

SE...

SOSSEGADO E CRUCIFICADO

AO SUL DO EQUADOR

HABEMUS DILMA

FILHO DE PEIXE, NEM SEMPR...

arquivos

Maio 2015

Julho 2014

Abril 2014

Junho 2011

Março 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

blogaqui?

já visitaram esse blog

subscrever feeds