Quinta-feira, 5 de Abril de 2007

POODLES, NO MORE

 

 


      Recebo os mais variados tipos de mensagens nesses anos em que tenho estado devidamente plugado. Nunca fui de protestar por receber esse ou aquele tipo de correio eletrônico. Quando não vou com a cara da mensagem, eu simplesmente dou um clique nela e estamos resolvidos. Que fique bem claro que os critérios que levam a eliminação ou não da mensagem, sou eu quem define, ok? Pois bem - de umas semanas para cá, começaram a pintar na tela do meu ilustre monitor, mensagens com o titulo "poodle para adoção", por exemplo. Como sou mais curioso que um símio, eu avidamente abria todas. E me deparava com a foto de um cachorrinho de madame, coisa essa que eu abomino; e mais - o tal do animalzinho estava mesmo sendo posto para adoção, o que me deixava com o queixo nas Ilhas Malvinas! A coisa vinha dos mais variados remetentes e chegou a tal ponto, que eu estava vendo o dia e a hora em que eu receberia uma mensagem com a foto de um veadinho (isso mesmo veadinho, porque viadinho, é outra coisa), com aquela cara que a gente já conhece muito bem, sendo ofertado para adoção. Cruz, credo, pé-de-pato, mangalô mil vêzes; volte pro mar oferenda; vade retro; sai ebó mal despachado; Santa Bárbara, São Jerônimo - sebo!,  e outras frases e expressões para esconjurar feitiços, macumbas e coisas mal feitas.


    Não vá pensar você que eu odeie animais. Nada disso - desde a mais tenra infância, o meu relacionamento com bípedes ou quadrúpedes supostamente irracionais tem sido muito cordial. Quando infante, tenro e esbelto, eu tinha lá meus bichinhos de estimação. Me lembro  bem de uma galinha carijó, que me esperava no portão de casa, na volta da escola e que caiu do poleiro numa noite de chuva e morreu. Quantas lágrimas por ela derramei. Me lembro também de um cabritinho preto que mamãe mandou assassinar na véspera do Natal.(Nesse fatídico dia, mamãe estava sem maquiagem, pasmem!).  E da greve de fome que eu fiz, como represália. Reações de um petiz, frágil, doce e delicado ante o contato  tão prematuro com a crueldade e insensatez deste mundo.


    Contudo, por uma questão de educação de berço e valores pessoais, meu relacionamento com os pets é um tanto distante, se comparado com o de outras pessoas. E, entre adotar um bichinho, por mais lindo, frágil e indefeso que seja, eu prefiro adotar uma criança. Aliás, já o fiz, pois de fato, não de direito, sou o pai adotivo de duas lindas garotinhas. Uma delas tem quatro anos e se chama Ellen e a outra, cinco anos e se chama Evelyn. Parece nome de dupla sertaneja - fazer o quê, não é?  E, nessa quinta-feira vou buscá-las para levá-las ao barbeiro e cortar os cabelos. Sou do tempo em que criança ia ao barbeiro`e não ao cabeleireiro. E, note bem - eu disse cabelos e não pelos.


    Bem, teci todo esse nhem-nhem-nhem para pedir que, por favor, não me encaminhem mensagens com esse tipo de assunto. Eu não as aprecio muito. Mandem outras coisas, como por exemplo - uma receita de pão de ervas, uma simpatia para curar frieira ou hemorróidas, o nome de um creme ou loção para disfarçar o chulé. Ou então, relate coisas engraçadas a respeito de você ou de seus amigos. Por exemplo - o que você faz, quando em plena luz do dia, numa rua bem movimentada, te dá aquela maldita coceira no fiofó. Você coça gostoso, bem sem vergonha? Ou então, comprime os glúteos e anda apertadinho, meio rebolandinho? Ou então, se encosta no primeiro ponto de ônibus que encontra, e fica ali, bem disfarçado, movimentado o rego pra cima e pra baixo, numa das quinas do ponto? E tem mais - que você faz com o môco que tira do nariz? Você simplesmente despreza, joga fora, como se fosse um OB usado; ou então, faz uma bolinha e fica ali, passando aquela bolinha de um dedo pra outro, até que, por acaso, ela escapa e se precipita ao chão de sua sala, onde servirá de pasto para milhões de ácaros que infestam nossas  moradias? Como você percebe, meu caro amigo ou cara amiga - sou uma criatura simples a quem qualquer paixão diverte, menos ver fotos de cachorrinhos para adoção
 

sinto-me:
publicado por cacá às 06:04
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De _estrelinha_ a 5 de Abril de 2007 às 18:48
ola, desde ja kero agradecer a tua visita ao meu blog e dp kero te desejar uma feliz pascoa recheada de td de bom

bjitos
De cacá a 6 de Abril de 2007 às 21:41
Querida Estrelinha - gostei muito de você ter visitado o meu Blog. Eu escrevo de São Paulo,Brasil. E você, de onde escreve, ou melhor, de onde bloga? De Lisboa ou de alguma outra cidade de Portugal? Acho interessante essa experiência que tenho - publicar textos num blog que se situa em outro país. E sendo esse país Portugal, a situação fica mais interessante ainda. Vocês que nos povoaram, que lançaram nossos principais alicerces culturais, enfim, temos um mundo de coisas a serem descobertas! Até o próximo contato, e, igualmente te desejo uma Páscoa repleta de felicidades.










De _estrelinha_ a 18 de Abril de 2007 às 11:55
sou do porto mas vivo em uma cidad mais pekena do destrito de aveiro fica (centro) do pais, esta geraçao de blogueiros e inter cambios é muito importante pois para alem de conhcermos outras culturas falamos a msm lingua. obg por ler o meu blog...bjitos


voltarei
De _estrelinha_ a 19 de Abril de 2007 às 14:56
ola, venho informar k esta online uma nova aventura passala vais gostar...beijitos
http://blogdasofia.blogs.sapo.pt
De _estrelinha_ a 30 de Outubro de 2007 às 19:00
Ola amiguinhos!!



Venho por este meio divulgar um novo site, dá por o nome de http://paracolecionadores.com.sapo.pt/ para colecionadores para pode ser visto e nao so por todos outros que queiram ver ou mesmo comprar.

Espero que gostem e divulguem, podem sempre deixar um breve comentario ao site, ou apenas uma pareciaçao ou sugestao.


Obrigada,


Sofia Silva

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

TESOUROS PERDIDOS

I WON'T CRY FOR YOU, ARGE...

VOLTEI PRO MORRO

SE...

SOSSEGADO E CRUCIFICADO

AO SUL DO EQUADOR

HABEMUS DILMA

FILHO DE PEIXE, NEM SEMPR...

arquivos

Maio 2015

Julho 2014

Abril 2014

Junho 2011

Março 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

blogaqui?

já visitaram esse blog

subscrever feeds