Domingo, 8 de Abril de 2007

HUMHUM..AH...ER..FELIZ PÁSCOA

    Desde a  quinta-feira desta semana, Semana Santa note bem -  pois então, desde essa quinta-feira que estou ensaiando para envair minha mensagem de Páscoa para meus ilustres amigos. Entretanto, mais pareço rato que fica dando volta em torno da ratoeira - ligo o micro, abro o teclado, pouso sobre ele esses dedos que a mãe Natureza me deus...mas, inspiração que é bom, nada ! Ou melhor, a inspiração até que vem, contudo vem carregada do peso dos últimos acontecimentos. E eu querendo ignorá-los, dizendo "sai prá lá, trem do capeta", "abandona esse corpo que não te pertence", as, nada...Na verdade, eu gostaria tanto de mandar uma mensagem de Páscoa tão leve e gostosa, como foi a mensagem de Natal. Contudo, pelo visto não será possível - em primeiro lugar, porque acabei de ouvir um foguetório lá pros lados do centro. Sinal de que a meia-noite já chegou e com ela, o domingo de Páscoa. Infelizmente, o relógio acabou de confirmar essa suspeita. Em segundo lugar, não dá mesmo para driblar nossas emoções. Eu começava a escrever a tal da mensagem alegre e leve, mas dava um nó dentro de mim, me sentia como um cavalo diante de um mata-burros - (me perdoem os que não sabem o significado do mata-burros; prometo explicar um dia, até com desenhos, se for possível). E o foguetório continua, cada vez mais barulhento, cada vez mais colorido... Meu Deus, tá parecendo final de Copa do Mundo! Será que vai ser assim, o mesmo foguetório, no dia do Juízo Final?

 

    Bem...chega de enrolação e vamos aos finalmentes - esses tais de últimos acontecimentos iniciaram há quase um ano atrás. Nada assim de tão trágico assim - apenas o trivial variado no cardápio dessa vida. E o pior - um cardápio onde não consta nenhuma bebida para atenuar um pouco alguns desses acontecimentos. Ainda bem,  que tiveram o bom senso de não cobrar "couvert artístico", o que, com toda a sinceridade, eu consideraria o fim da picada. O que são  tais acontecimentos? Coisas já esperadas nessa estrada da vida - morte de entes queridos, amigos com problemas, eu com problemas com alguns dos amigos, alguns membros da família pirando, me deixando sem saber o quê dizer ou fazer e até alguns amigos do peito, pirando, me deixando com cara de cachorro que cai do caminhão de mudança. Sabe, essas coisinhas e coisonas que servem para uma coisa - mostrar o quanto somos impotentes, como conhecemos pouco aqueles a quem  nos afeiçoamos e como somos ridículos. Isso, sem falar em algumas coisonas que, recentemente, tem ocorrido e que deixam horrorizado qualquer um  com um QI levemente superior ao de uma ameba. Só para citar um exemplo - a abominável morte do menino João Hélio, no Rio de Janeiro. Até onde me lembro, por ocasião do Natal, esse horizonte estava mais bem menos carregado, mais fácil de ser gerido, usando um jargão de nossos dias!

 

    ...Então, esse angu sentimental se despejou sobre minha alma e mente, desde a quinta-feira...Tive uns altos e baixos de lá prá cá. Hoje, à tarde, por exemplo - estava eu a limpar o banheiro, com a benedita perfeitamente incorporada, esfregando o chão, quando essa nhaca me pegou. Não deu outra - o nó foi crescendo e, então levantei o corpo, me apoiei na vassoura com as duas mãos e abri o berreiro.  Imagino quão cômica deve ter sido a cena - eu, de bermuda, uma camiseta já bem puída, com uma vassoura mais gasta que vassoura de bruxa, de havaianas das mais triviais, destampando o chororó. Creio que os orixás que me acompanham, devem ter posto as mãos na cintura e feito aquela clássica e fulminante pergunta: "a senhora tá boa ou melhorada?" A resposta vocês já sabem, não é? Num carece dizê...

    ...E sendo assim, desejo a todos vocês uma excelente Páscoa. Que essa passagem, essa páscoa represente um renascer de esperanças e sonhos, etc., etc., etc. Ah - e se, por acaso, algum de vocês resolver atacar de benedita lacrimosa, por favor , use um modelito mais transando, mais incrementado que o meu. Porque, abrir o berreiro de bermuda e havaiana é muito, muito odair josé, muito sula miranda!!!

 

 

sinto-me:
publicado por cacá às 06:32
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

TESOUROS PERDIDOS

I WON'T CRY FOR YOU, ARGE...

VOLTEI PRO MORRO

SE...

SOSSEGADO E CRUCIFICADO

AO SUL DO EQUADOR

HABEMUS DILMA

FILHO DE PEIXE, NEM SEMPR...

arquivos

Maio 2015

Julho 2014

Abril 2014

Junho 2011

Março 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

blogaqui?

já visitaram esse blog

subscrever feeds