Domingo, 20 de Dezembro de 2009

BOTINHAS NA NOITE

Madrugadinha de domingo, antes do Natal - eis que, após um longo e tenebroso inverno, regresso à casa, entre meia-noite e uma da manhã. Se tivesse voltado no velho e civilizado horário das 22 horas, teria sido poupado de mais uma visão constrangedora desses nossos tempos modernosos. Vamos aos fatos - entrei no prédio, apertei o botão do elevador. Alguns segundos depois, o dito cujo chega, sua porta se abre. Eis que sai a causa do constrangimento - a vizinha do andar, uma garotinha simpática, bonitinha, mas completamente sem senso de ridículo. (Ela é casada com carinha bem mais vellho que ela, de vez em quando eles dão  cada barraco. Me perdoe, Vera Coral, cara amiga, mas não consegui me conter). Não sei onde ia com aqueles jeans, aqueles que quando a gente olha, pensa:"Deus é justo, mas o jeans é mais". Completando o modelito, um par botas até a altura dos joelhos, um top agarradíssimo, pulseironas e brincões. Os cabelos se fechavam num coque meio confuso, preso por uma dessas piranhas, daquelas compradas na feira. Usava óculos escuros, não sei como conseguia se orientar em meio àquela semi-escuridão. O visual todinho tinha um de quê  de apiranhado.Sinceramente,  mulheres e homens, hoje em dia, se vestem tão mal....E, como se não bastasse, uma bolsinha minúscula, a tiracolo. Coitadinha, ela não sabe, contudo, o que se diz é que quanto menor a bolsa, mais permissiva é a sua portadora. Lembrei-me de "Kika", de Pedro Almódovar, daquela cena do elevador. Duas amigas, saindo de manhã para o trabalho, se encontram no elevador do prédio. Uma delas, ao ver o modelito da outra, diz: "se eu não fosse sua amiga, perguntaria quanto está cobrando". Cheguei em casa, liguei a tevê e fui procurar um pouco de compensação vendo "Hei, Arnold"

sinto-me: na saia justa
publicado por cacá às 03:15
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

TESOUROS PERDIDOS

I WON'T CRY FOR YOU, ARGE...

VOLTEI PRO MORRO

SE...

SOSSEGADO E CRUCIFICADO

AO SUL DO EQUADOR

HABEMUS DILMA

FILHO DE PEIXE, NEM SEMPR...

arquivos

Maio 2015

Julho 2014

Abril 2014

Junho 2011

Março 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

subscrever feeds